NOTÍCIAS

Selic deve ir a 7%

04/12/2017

 O mercado chega às vésperas da última reunião do ano do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) convencido de que a taxa Selic, hoje em 7,5%, deve marcar um novo piso histórico. E com grandes chances de haver cortes adicionais em 2018. De 39 economistas ouvidos por pesquisa, 37 dizem acreditar que o comitê reduzirá o juro básico em 0,5 ponto percentual na quarta-feira, enquanto outros 2 esperam um corte menor, de 0,25 ponto, para 7,25% - nível que equivale à atual mínima histórica do juro, marcada em outubro de 2012.
                Mas a eleição presidencial de 2018, que pode trazer volatilidade ao câmbio, é um elemento de risco citado pela maioria dos analistas, inclusive pelos que acreditam que a inflação dá espaço para uma taxa Selic abaixo de 7% no curto prazo. Para 2018, há uma dispersão importante das projeções. Do total, 19 economistas contam com uma redução adicional da Selic no próximo ano. Outros 13 economistas afirmam que a taxa básica terminará o ano em 7%, enquanto sete contam com uma elevação do juro.
                Embora os consultados possam ver algum risco vindo do cenário político, a diferença de projeções para o juro neste momento se baseia no debate em torno de qual será o ritmo de recuperação econômica em 2018 e, consequentemente, de redução da ociosidade e seu efeito sobre a inflação. Para Fabio Maciel Ramos, economista do UBS, a Selic deve cair a 7% e permanecer nesse patamar durante todo o ano de 2018 porque, nesse ponto, estará em nível estimulativo.
                Dessa forma, ao longo dos próximos meses o hiato do produto deve diminuir e a inflação convergir para a meta. "Uma normalização da política monetária, somente a partir de 2019", diz o economista, que conta com uma elevação de um ponto percentual do juro ao longo daquele ano. Uma queda adicional da taxa, segundo ele, não deve ser necessária porque, neste momento, já há sinais claros dos efeitos da política monetária sobre a economia e a inflação: o desemprego está diminuindo, a inflação atingiu um piso e os núcleos de inflação pararam de cair.
 
                Você sabe onde aplicar nesse cenário? Entre em contato com seu consultor da InterInvest e alinhe seus invista com responsabilidade.

FONTE: http://www.gsnoticias.com.br/noticia-detalhe/todas/mercado-ve-selic-cair-7-na-ultima-reuniao-ano

Entre em contato