NOTÍCIAS

Como está o tesouro direto pós-eleição

31/10/2018

As taxas de rentabilidade oferecidas pelo Tesouro Direto despencaram após a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições presidenciais.
 
Refletindo o rali eleitoral, os contratos de juros futuros também caíram. Tanto o DI com vencimento em janeiro de 2021 quanto o com vencimento em janeiro de 2023 caíram 16 pontos base, de 8,25% para 8,09% e de 9,35% para 9,19%, respectivamente.
 
O Tesouro Prefixado com juros semestrais e vencimento em 2029, por exemplo, se pagou uma taxa de 10,18% ao ano, contra 10,37% em dados anteriores. Em dado momento as taxas caíam até 41 pontos base.  O investidor pode adquirir o título integralmente por R$ 1.023,38 ou aplicar uma quantia mínima de R$ 30,70.
                                               
Vale lembrar que os juros semestrais representam uma antecipação do pagamento da rentabilidade do título, e não uma rentabilidade adicional. Os títulos que não pagam juros semestrais, por sua vez, pagam toda a rentabilidade acumulada na data de vencimento dos papéis.

O mercado está oscilando e as oportunidades de investimento estão mudando, para você acompanhar tudo da melhor maneira, busque assessoria de seu especialista da InterInvest.

FONTE:  https://www.infomoney.com.br/onde-investir/tesouro-direto/noticia/7736317/taxas-do-tesouro-direto-despencam-apos-vitoria-de-bolsonaro 

Entre em contato